ASSIS, a última esperança!

Felizmente não sou estático. Leio, raciocino, pesquiso, discuto, evoluo enfim. Lembro-me do filósofo francês René Descartes: “(Eu duvido, logo) Penso, logo existo”. Sou defensor da contra cultura. Já fui (por quatro vezes) admirador de Lula quando oposição. Como governo conservou tudo que FHC fez na economia. Então, ele estava errado e FHC estava certo. Nesse ponto fui traído nas críticas contundentes e no discurso de inovação econômica que tanto bradava, como ensinar o homem a pescar. Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

MEU HERÓI

Toda criança tem seu pai (ou mãe) como herói, ainda que sonhe e brinque com “super- heróis” como Super-Homem, Batman, Capitão América, Hulk, Homem-Aranha, Mulher-Maravilha, Barbie… E muitos outros. Com o passar dos anos seus heróis e ídolos vão mudando para jogadores de futebol, artistas de novelas e cinema, cantores, revolucionários políticos ou pacifistas, mas lá no fundo da personalidade (herdada ou adquirida), permanece a presença dos pais, como “figura arquetípica que reúne em si os atributos necessários para superar de forma excepcional um determinado problema de dimensão épica”. Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Deus é brasileiro

1. Um dia, no auge na inflação estonteante (pico de 84% ao mês) do governo Sarney fui jantar com um velho amigo, representante comercial, em Salvador. Do alto de um prédio da Av. Cardeal da Silva eu vislumbrava todo querido bairro do Rio Vermelho. Conversávamos na sala e nossas esposas na cozinha. Ele costumava mentir tanto que lhe apelidaram de “Chuteirinha”. Naquela noite falava mil maravilhas das suas Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O Socialismo e o Capitalismo

Será domingo, 26 de outubro. Vai acabar os conflitos idiotas do Mal me quer. Três empregados rurais, alternativos, que trabalham comigo disseram-me: Nós vamos votar em Dilma. – Mas vocês têm livre arbítrio, respondi. Eu não voto, mas vocês podem votar. São livres para isso. Ela deverá vencer e vocês precisam desse conforto íntimo. No açougue uma amiga me pergunta: Você vai votar em quem? – Façamos o seguinte: Você vota em Dilma e eu voto em Aécio. Estampou-se a decepção. Continuei: Como diz meu netinho Daniel, você é menina e eu sou menino. Depois da eleição a gente junta os candidatos e reelege nossa amizade. Ela sorriu com malícia… Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Balaio de Gatos

Coité em estado de graça! Elegeu dois deputados estaduais: Tom e Alex. Mas o governo municipal continua na orfandade federal. Emiliano mais uma vez não se elegeu, conquanto ainda possa ser pescado. Emério se afrouxou e a oposição se faz representar com Elmar. Em resumo: O grande vencedor além do povo coiteense foi o prefeito Assis. Continue lendo

Publicado em Sem categoria | 1 comentário

Verdades e mentiras

Na praia de Amaralina, cansado da caminhada, sento numa mesa. Na areia, bem próximo a mim, dois pescadores conversam. Um diz: Nós nascemos pretos e pobres e é assim que deve ser nossa vida. O outro contesta: Não fulano, nós não tivemos oportunidades, mas somos iguais a todos os outros brancos e ricos, precisamos somente de maior esforço para ser reconhecidos. Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O vice treco do sub troço

O título deste artigo é do filósofo Mario Sergio Cortella que fez uma palestra onde responde com astronomia a arrogância de pessoas que se acham superiores. Recomendo assistirem, para entendermos um pouco mais sobre quem realmente somos, quando alguém diz: “Sabe com quem você está falando?” E Cortella diz: “Tu és um indivíduo entre outros 6 bilhões e 400 milhões de indivíduos, compondo uma Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Vinho Amigo

No primeiro pedágio, em Amélia Rodrigues, perguntamos à recepcionista da cabine: Quem é o dono dessa empresa? (a Via Bahia, concessionária da BR 324) – E ela: “Senhor, ninguém sabe, até eu mesma não sei quem é meu patrão. A cada dia eu tenho um chefe diferente. Eu acho que é de um desses ladrões que agora esperam o nosso voto”. Bonito de ver a pacífica indignação popular que mansamente vai tomando corpo. Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Dirigir em Coité

Uma motocicleta é uma arma na mão de quem não sabe conduzi-la. Ela tanto mata outro como provoca suicídio. Certa feita (em 1981), o cantor Lindomar Castilho, após matar sua mulher, disse: “Não basta contar até 10 é preciso contar até 1.000”. Da mesma forma pense até 1.000 antes de comprar uma moto. Primeiro de tudo aprenda a pilotar. Como o carro, não sabendo usar, a moto é uma arma ainda mais perigosa que mata e suicida. O número Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Apoteose

Guardo lembranças felizes de desfiles cívicos e primaveris. 21 anos. Maioridade. A banda marcial de Riachão do Jacuípe desfilava pela cidade de Coité, quando descobri a novidade de uma garota morena, esbelta, pernas torneadas, tocando caixa. Empolguei-me. Comecei a cantá-la durante todo trajeto do desfile. Dias depois estou numa festa em Riachão (onde eu era muito querido); litro de uísque na mesa chega uma mulher escultural, vestido longo: “Roberto, como vai? (Hesitação!) Não mais me conhece? (Indecisão!) Sou aquela do desfile em Coité. (Surpresa!) Os homens são todos iguais”. E deu-me as costas. Morri. Peguei o uísque, liguei o carro e rumei pra Salvador para ver aquela que seria por muito tempo minha eterna namorada. Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário